Estudo sobre g√™meos da NASA revela o impacto do voo espacial a longo prazo na sa√ļde humana

Estudo sobre g√™meos da NASA revela o impacto do voo espacial a longo prazo na sa√ļde humana

A NASA publicou um documento integrado detalhando os resultados de seu Estudo sobre G√™meos, que envolveu astronautas aposentados e os irm√£os g√™meos id√™nticos Scott e Mark Kelly. A NASA classificou as descobertas de “interessantes, surpreendentes e tranquilizadoras”, detalhando as mudan√ßas no corpo de Kelly causadas por seu per√≠odo de quase um ano na Esta√ß√£o Espacial Internacional.

O Estudo de G√™meos ocorreu de 2015 a 2016 e foi o primeiro de seu tipo j√° realizado pela NASA. O estudo envolveu o astronauta Mark Kelly na Terra e seu irm√£o g√™meo id√™ntico Scott Kelly no espa√ßo. Com o retorno de Scott Kelly, a NASA estudou os efeitos que a exposi√ß√£o espacial teve em sua sa√ļde, comparando seus dados com os de seu irm√£o Mark.

V√°rias descobertas importantes foram detalhadas no estudo da NASA, incluindo informa√ß√Ķes sobre os efeitos que o espa√ßo teve nos tel√īmeros de Scott Kelly. Segundo a ag√™ncia espacial, os tel√īmeros de c√©lulas brancas do sangue de Scott eram surpreendentemente mais longos no espa√ßo, mas depois eram mais curtos ap√≥s o retorno √† Terra. Seis meses depois, a dura√ß√£o voltou √† m√©dia; O comprimento dos tel√īmeros de Mark Kelly permaneceu est√°vel durante o mesmo per√≠odo de tempo.

Além disso, a NASA diz que seu estudo descobriu que o sistema imunológico de Kelly respondeu adequadamente no espaço, inclusive em resposta à vacina contra a gripe. Como a agência espacial afirmou anteriormente, os pesquisadores também descobriram variabilidade na expressão gênica, com a maioria das mudanças voltando ao normal depois de meio ano na Terra.

A exce√ß√£o envolveu “uma pequena porcentagem” de genes relacionados ao reparo do DNA e ao sistema imunol√≥gico, que n√£o retornaram √† linha de base ap√≥s o t√©rmino do tempo no espa√ßo de Kelly. O diretor m√©dico e de sa√ļde da sede da NASA, JD Polk, explicou:

O Estudo de G√™meos foi um passo importante para o entendimento da epigen√©tica e da express√£o g√™nica no voo espacial humano. Gra√ßas aos irm√£os g√™meos e a um grupo de pesquisadores que trabalhou incansavelmente juntos, os valiosos dados coletados no Estudo de G√™meos ajudaram a informar a necessidade de medicina personalizada e seu papel em manter os astronautas saud√°veis ‚Äč‚Äčdurante a explora√ß√£o do espa√ßo profundo, √† medida que a NASA avan√ßa para a Lua. e viaja para Marte.

A NASA tem grandes ambi√ß√Ķes de levar os humanos ao espa√ßo, inclusive em miss√Ķes de longo prazo na Lua e, eventualmente, em Marte. Os obst√°culos tecnol√≥gicos s√£o apenas um aspecto desse objetivo – a ag√™ncia espacial precisa de dados sobre como o tempo gasto no espa√ßo afeta o corpo humano. Embora, no momento, seu Estudo sobre G√™meos possua apenas 1 assunto, os dados permanecem inestim√°veis.

0 Shares