Estados Unidos: Volvo faz recall de seus modelos 2019 e 2020 devido a um problema no computador com frenagem automática

Após um problema que afetou o sistema de frenagem automática em seus modelos de 2019 e 2020, a empresa Volvo fez o recall de 121.605 de seus modelos nos Estados Unidos.

De fato, quando esses modelos são forçados a frear em caso de emergência contra uma obstrução, o sistema de frenagem automática não responde. Este problema é causado por um problema de software travagem de emergência dos veículos e pode representar um perigo potencial para o condutor, bem como para os peões.

Todos Modelos 2019 e 2020 da Volvo são afetados por este recall. Entre estes, podemos listar o S60, o V60, o V60 Cross Country, o S90L, o V90, o V90 Cross Country, o XC40, o XC60 bem como o XC90.

O relatório de recolhimento do NHTSA (National Highway Traffic Safety Administration) informou que o sistema automatizado de frenagem de emergência nesses modelos de 2019 e 2020 não estava respondendo. De fato, este sistema não consegue identificar obstáculos inicialmente quando eles surgem e, posteriormente, os freios não são acionados automaticamente para parar o veículo.

Um defeito no programa de computador seria a causa da falha deste sistema de frenagem resultante da tecnologia de segurança ativa IntelliSafe da Volvo, informa a NHTSA.

Ainda de acordo com a NHTSA, a integração do código por meio de uma simples atualização de software ASDM (Active Safety Domain Master) será suficiente para resolver o problema. Esta atualização será totalmente gratuita para os proprietários dos modelos afetados por este problema.

Os proprietários receberão avisos de recall a partir de maio

Embora a Volvo tenha declarado que até agora não foram relatados acidentes devido a essa falha do sistema de frenagem automática dos modelos 2019 e 2020, é importante corrigir esse problema.

Como resultado, os revendedores já foram informados sobre a utilidade da atualização do modelo 2019 e 2020 da Volvo. Quanto aos proprietários desses modelos, avisos de lembrete serão enviados a eles a partir de 1er próximo maio.

Para aqueles que desejam obter mais informações sobre essa preocupação, a NHTSA os convida a consultar seu site. A priori, no entanto, a Europa não é afetada por este recall.

Artigos Relacionados

Back to top button