Essa enorme mudança no Alexa pode ver o assistente da Amazon se espalhar por toda parte

Essa enorme mudança no Alexa pode ver o assistente da Amazon se espalhar por toda parte

A Amazon anunciou uma grande mudança no seu Alexa Voice Service: agora está disponível para os fabricantes de dispositivos que possuem apenas um megabyte (1 MB) de RAM. O novo requisito mínimo, que é consideravelmente menor que o mínimo anterior de 100 MB, abre a porta para o Alexa em um vasto número de dispositivos conectados para casa, escritório, carros e muito mais.

Alexa sem dúvida continua sendo o assistente pessoal mais popular entre os consumidores; Ele pode ser encontrado em uma variedade de alto-falantes inteligentes da Amazon e de terceiros, além de selecionar TVs inteligentes, barras de som, monitores inteligentes e muito mais.

Um grande número de dispositivos domésticos inteligentes pode ser usado com o Alexa, incluindo desde plugues e lâmpadas inteligentes até cafeteiras e máquinas de lavar. O Alexa Voice Service agora suporta dispositivos que apresentam o processador Cortex-M de baixo consumo de energia e relativamente barato e com apenas 1 MB de RAM.

Os novos requisitos mínimos abrem as portas para o Alexa em um grande número de dispositivos, ajudando a reduzir o custo para os consumidores. Algo pequeno e simples como uma única lâmpada ou novos tipos de dispositivos inteligentes podem apresentar o Alexa embutido a preços baixos com este novo suporte.

O vice-presidente de Internet das Coisas da Amazon Web Services, Dirk Didascalou, explicou que agora os dispositivos podem ser “ultra estúpidos” porque o Alexa transfere a maior parte do trabalho para a nuvem. O dispositivo precisa apenas de hardware suficiente para processar a palavra de ativação (“Hey Alexa”, por exemplo) e o resto acontece na nuvem.

0 Shares