ESA levará astronautas a cavernas subterrâneas para treiná-los para procurar água

Para preparar os astronautas para futuras missões a outros planetas, a ESA criou uma formação especial. Um treinamento que deve permitir que eles adquiram as habilidades necessárias para explorar terrenos hostis na Lua e em Marte.

Seis astronautas e cinco agências espaciais participarão desse treinamento específico, que acontecerá no subsolo.

O objetivo é prepará-los para a vida em outros planetas e, mais particularmente, para a busca de água nesses planetas.

Treinamento subterrâneo para astronautas

O treinamento foi corretamente batizado ADEGAS e levará os astronautas às profundezas da Terra para melhorar suas habilidades de comunicação, trabalho em equipe e resolução de problemas. Após uma semana de preparativos na superfície e no subsolo, os “cavenauts” vão explorar uma caverna em Eslovênia onde eles vão viver e trabalhar seis dias.

“Tudo faz parte de uma simulação, mas a experiência é a coisa mais próxima neste planeta das restrições ambientais, psicológicas e logísticas de uma missão espacial.”disse o idealizador da formação, Loredana Bessoneda ESA.

Os seis cavenauts desta edição do CAVES são o astronauta da ESA Alexandre Gerstastronautas da NASA Jeanette Epps e Joe Acabaastronauta da Agência Espacial Canadense Josh Kutryko cosmonauta da Roscosmos Nikolai Chube Takuya Onishi da Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA).

“Esta nova aventura de espeleologia espacial os ajuda a aprender um sobre o outro, eles mesmos e a caverna que ainda o humilha com seus espaços fechados e escuridão”disse Francisco Saurodiretor técnico da CAVES.

A busca pela água, um grande desafio para a formação

As cavernas são normalmente formadas por água corrente, e ao explorar o subsolo é preciso seguir o fluxo de ar e água para encontrar o caminho. Os astronautas aprenderão através de seu treinamento subterrâneo a procurar vestígios de água – o principal vínculo com a vida na Terra e um recurso valioso para a exploração espacial.

Para esta edição, a ESA escolheu uma gruta numa zona onde os rios correm no subsolo. Mas para manter o lado da exploração, os próprios astronautas não sabem a localização exata da caverna.

Ao mesmo tempo, os astronautas realizarão uma dezena de experimentos e estarão à procura de sinais de vida adaptados a condições extremas.

Artigos Relacionados

Back to top button