EA despediu o criador de Plants vs. Zombies porque ele se recusou …

[UPDATE]

George Fan, criador de Plants vs. Zombies, confirmou o relatório de que a Electronic Arts o demitiu por se recusar a implementar microtransações pagas para ganhar.

Sua declaração:

Em relação aos rumores recentes, é verdade que fui demitido pela EA / PopCap e também fui contra fazer do PvZ2 um jogo freemium. É tudo o que vou dizer sobre o assunto por enquanto

Em desenvolvimento.

[ORIGINAL STORY]

Após o desastre das microtransações pay-to-win entre a Electronic Arts e Star Wars Battlefront II, aprendemos que a EA provavelmente tem mais sede de lucros do que imaginávamos.

Um novo relatório vem via A Vinculação de Isaac e Super Meat Boy criador Edmund McMillen (via Roundtable Podcast), que afirma que a EA demitiu o criador de Plantas versus zumbis porque ele se recusou a apostar tudo em microtransações pagas para ganhar.

McMillen observa que George Fan, o já mencionado Plantas versus zumbis criador, foi dispensado da empresa e da franquia que ele criou antes da aquisição da EA anos atrás, porque ele rejeitou o novo modelo de desenvolvimento proposto.

Alegadamente, quando a EA propôs a sequência Plants vs. Zombies 2: já é hora e seu modelo pay-to-win com compras no aplicativo, a Fan recusou.

“Ele é como ‘eu não sei, isso não é realmente uma boa idéia e eu não quero fazer isso com o meu jogo'”, lembrou McMillen.

McMillen observou que Fan foi imediatamente rescindido após suas objeções ao jogo. “Isso é uma coisa tão interessante e me frustra há anos que não há notícias sobre isso”, disse McMillen.

“Foi pessoal”, disse McMillen. “Conhecendo o cara, eu posso ver os personagens como pessoais. Cada pedacinho era algo dele. Era o bebê dele.

O fã está preparando uma breve declaração sobre a qual reportaremos – manteremos vocês informados.

Artigos Relacionados

Back to top button