Dying Light no Nintendo Switch? Um jogo pode ser apresentado na E3

Com Dying Light, a Techland atingiu muito forte. Misture o que fez o sal de Dead Island e adicione escaladas de Mirror’s Edge para criar um jogo divertido, com foco na criação e exércitos de zumbis em uma cidade infestada e em quarentena. Com seu cenário dando lugar de destaque à ação, Dying Light conseguiu criar uma enorme comunidade. Sem esquecer a possibilidade de viver a aventura principal em coop para maior prazer dos jogadores! Basta dizer que sua sequência, programada para ser apresentada na E3 após um primeiro trailer pouco revelado no ano passado, é aguardada com ansiedade.

E enquanto Dying Light 2 estará presente no show, uma surpresa será feita para os proprietários do Nintendo Switch.

Os primeiros rumores surgiram de uma declaração do diretor técnico da Techland, Pawel Rohleder, para a WWCTech.


Um Dying Light exclusivo para o Nintendo Switch?

Nesta entrevista para WCCFTech, Pawel Rohleder, diretor técnico da Techland, fala sobre o famoso console da Nintendo. Deve-se dizer que o Switch se especializou em portabilidade, permitindo que os jogadores aproveitem títulos que antes exigiam muito equipamento. Muitas pessoas gostam de Diablo III, Resident Evil 4, Dark Souls ou até mesmo Bayonetta em todos os lugares graças ao console portátil.

Basta dizer que a Techland teria todo o interesse em tirar vantagem disso e poderia fazê-lo. Pawel Rohleder explica que o motor de Dying Light não roda no Nintendo Switch mas que a máquina teria direito a uma surpresa este ano. Desde então, muitos mencionaram uma porta do título com ajustes para rodar no console, mas ainda um título exclusivo para este último. Tantas teorias que fazem o molho subir em torno da conferência que o estúdio dará na E3 em junho.

Quanto a Dying Light 2, este episódio acontecerá vários anos após os eventos do primeiro episódio. Enquanto neste último, apenas uma pequena cidade foi infectada, o mundo aqui é totalmente afetado. Os clãs se formaram e as escolhas dos jogadores devem influenciar o cenário, mas também a forma como o mundo e a população evoluem. Em outras palavras, belas promessas!

Artigos Relacionados

Back to top button