De acordo com este estudo, o café teria impactos na nossa massa cinzenta

a café é um produto muito valorizado pelos seus efeitos tonificantes, sobretudo devido à cafeína. Para entender melhor o impacto dessa bebida em nosso organismo, uma equipe de pesquisadores daUniversidade de Basileia (Suíça) tomou a iniciativa de realizar uma pequena experiência.

Este estudo, cujos resultados foram recentemente publicados na revista académica Córtex cerebral, focado em 20 jovens voluntários bebedores de cafée perguntou cerca de vinte dias.

Para surpresa de todos, este trabalho levou a uma descoberta inesperada. A cafeína teria repercussões em nosso cérebro, mais precisamente em nosso massa cinzenta.

O consumo de cafeína reduziria o volume de nossa massa cinzenta

Durante os primeiros 10 dias, os voluntários foram divididos em dois grupos. Os pesquisadores deram diário a um primeiro grupo formado por 10 voluntários da pílulas de cafeínae placebos ao outro grupo. Ao longo dos próximos 10, aqueles que receberam placebos, por sua vez, tomaram pílulas de cafeína e vice-versa. o horas de sono e as dietas dessas 20 pessoas foram bem controladas durante o experimento, para precisão.

Para verificar os efeitos da cafeína, a Dra. Carolin Reichert, chefe do estudo, e seus amigos analisaram as gravações. polissonográfico e eletroencefalográfico alguns participantes. Depois de analisar os dados, uma primeira descoberta: a cafeína não perturbou o sono deste último.

Por outro lado, cada indivíduo que tomava pílulas de cafeína diariamente via sua massa cinzenta diminuir. Essa descoberta foi particularmente notável no lobo temporal direito, uma parte que desempenha um papel importante em nossa memória. Para colocar as coisas em ordem, 10 dias sem tomar cafeína foram suficientes.

Esta descoberta abre caminho para mais estudos sobre os efeitos da cafeína

Segundo esses pesquisadores, por conta dessa descoberta, é importante verificar a importância de possíveis perda de memória que a cafeína pode causar. Então, como todos os sujeitos deste experimento eram consumidores regulares de café, não sabemos se os resultados serão os mesmos em pessoas que não estão acostumados para tomar café.

Seguindo os dados desse trabalho, Reichert, no entanto, aponta que mesmo que a cafeína aparentemente reduza nossa massa cinzenta, isso não significa necessariamente que o café seja prejudicial ao cérebro. Mas para saber mais, muitos outros estudos terão que acontecer para realmente conhecer o efeitos deste estimulante psicotrópico.

Artigos Relacionados

Back to top button