Coreia do Norte seria o país ideal para sobreviver a uma invasão zumbi

o Coréia do Norte não é exatamente o país mais hospitaleiro do mundo, mas seria o lugar onde a humanidade teria mais chances de sobreviver a uma invasão zumbi. Pelo menos de acordo com o estudo realizado por pesquisadores brasileiros.

João Paulo A. de Mendonça e sua equipe de fato tentaram responder a uma pergunta que todos os fãs de The Walking Dead ou do trabalho de Romero se perguntaram pelo menos uma vez na vida, ou seja, qual nação tinha mais chances de sobreviver a um apocalipse zumbi.

zumbis de rádio

Na tentativa de responder a essa questão espinhosa, pesquisadores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) optaram por se basear em um modelo imaginado por eles mesmos.

Um modelo para determinar as chances de sobreviver a um apocalipse zumbi

Apenas para aguçar o apetite, os pesquisadores começaram calculando as chances de sobrevivência de um indivíduo médio contra um zumbi. Eles então perceberam que poucas pessoas teriam chance de sobreviver a tal confronto, dada a determinação dessas criaturas e sua resistência à dor.

Com base nessa observação, os cientistas deduziram que a única maneira de sobreviver a uma invasão zumbi seria recorrer aos serviços de um grupo armado e treinado… e, portanto, dos militares.

Mendonça e sua equipe elaboraram então uma equação para calcular o número de soldados que uma nação precisaria para conter tal epidemia e garantir a sobrevivência de sua população. Para não se perder nos cálculos, os pesquisadores optaram por desenvolver um modelo teórico baseado em uma população de mil indivíduos.

Levando em conta todas as etapas preparatórias, os cientistas deduziram assim que seriam necessários exatamente 47 soldados para garantir a sobrevivência de tal grupo e, assim, permitir que ele sobrevivesse a tal invasão.

Coreia do Norte, a mais bem colocada para enfrentar tal evento

No entanto, Mendonça e seus comparsas não pararam por aí e partiram para determinar qual nação teria a melhor chance de se destacar. Com base nos dados contidos no último relatório da iniciativa The Military Balance, os pesquisadores acabaram deduzindo que a Coreia do Norte era o único país com militares suficientes para proteger efetivamente sua população.

Claro que, mesmo assim, toda a população não seria capaz de sobreviver a tal evento, mas as perdas seriam mínimas em comparação com outras nações, e as pessoas que vivem na Coreia do Norte teriam mais chance de sobreviver.

Desde que, no entanto, você esteja em boa forma física.

O estudo foi pré-publicado pelo Arxiv e pode ser consultado livremente neste endereço.

Artigos Relacionados

Back to top button