Cientistas resolvem o mistério de uma galáxia sem matéria escura

Cientistas resolvem o mistério de uma galáxia sem matéria escura

No ano passado, os círculos científicos estavam repletos de relatos de uma galáxia que alegadamente não possuía matéria escura. As teorias atuais sustentam que a matéria escura é fundamental para causar o colapso do gás para formar estrelas nas galáxias. Um novo artigo publicado por pesquisadores do Instituto de Astrofísica de Canarias (IAC) afirma ter resolvido o mistério.

Os cientistas da IAC afirmam que, depois de fazer um conjunto completo de observações do KKS2000]04 (NGC1052-DF2), anteriormente chamado de “a galáxia sem matĂ©ria escura”, eles resolveram o mistĂ©rio. A equipe diz que os parâmetros dependentes da distância da galáxia eram anĂ´malos, a equipe revisou os indicadores de distância.

A equipe usou cinco indicadores de distância diferentes, usados ​​com cinco mĂ©todos independentes para estimar a distância da galáxia. A equipe descobriu que tudo coincidia com uma conclusĂŁo – a galáxia está muito mais prĂłxima do que o valor apresentado na pesquisa anterior. A equipe diz que o artigo original sobre a galáxia usa uma distância de 64 milhões de anos-luz da Terra.

Segundo a equipe da IAC, a galáxia está realmente muito mais próxima, em torno de 42 milhões de anos-luz. Quando os cálculos foram executados novamente usando a nova distância, a galáxia agora é considerada normal e se encaixa nas tendências observadas de galáxias com características semelhantes.

A equipe diz que os novos dados descobriram que a massa total desta galáxia é cerca de metade da massa estimada anteriormente. A massa da estrela é apenas cerca de um quarto da massa estimada anteriormente. As novas descobertas sugerem que uma parte significativa da massa total da galáxia deve ser feita de matéria escura. A equipe afirma que o novo trabalho mostra a importância da medição correta das distâncias extragalácticas.

0 Shares