Cientistas apelidam novo dino de bico de pato Kamuysaurus japonicus

Os cientistas descobriram um novo tipo de dinossauro de bico de pato. O esqueleto quase completo foi descoberto em depósitos marinhos de 72 milhões de anos na cidade de Mukawa, no norte do Japão. Os cientistas dizem que o novo dinossauro pertence a um novo gênero e espécie de hadrossaurídeo herbívoro. O dino foi nomeado Kamuysaurus japonicus.

Os cientistas trabalham no dinossauro desde 2013, quando a primeira parte da cauda foi descoberta. Os depósitos da plataforma externa onde foi encontrado são da formação do Cretáceo Superior Hakobuchi, no distrito de Hobetsu, na cidade de Mukawa. As escavações descobriram mais tarde que o esqueleto estava quase completo e é o maior esqueleto de dinossauro já encontrado no Japão.

O dino foi apelidado de “Mukawaryu” após o local da escavação. O novo dinossauro foi comparado a outros dinossauros, e os cientistas descobriram que o Kamuysaurus japonicus pertence ao clado Edmontosaurini e está intimamente relacionado ao Kerberosaurus, encontrado na Rússia, e ao Laiyangosaurus, na China.

O novo dino tem três características únicas não compartilhadas por outros no clade Edmontosaurini. Essas características incluem a posição baixa do entalhe do osso craniano, o processo ascendente curto do osso da mandíbula e a inclinação anterior dos espinhos neurais da sexta à décima segunda vértebra dorsal.

A equipe acredita que o esqueleto encontrado é um adulto com nove anos ou mais. Media 8 metros de comprimento e pesava entre 4 e 5,3 toneladas, dependendo de andar sobre duas pernas ou quatro quando estava vivo. O osso frontal do crânio sugere que ele pode ter uma crista. Os cientistas também pensam que o litoral era importante para o dinossauro e pode ter sido parte de sua migração.

Artigos Relacionados

Back to top button