China planeja implantar uma estação de energia solar no espaço

A China anunciou que planeja construir uma estação de energia solar que orbitará a Terra e enviará energia de volta à Terra para uso. Com este anúncio, a China se tornou o primeiro país a planejar uma estação de energia solar no espaço. A estação orbitaria a Terra a 36.000 km.

Ao colocar a estação de energia solar no espaço, ela não terá que lidar com interferências da atmosfera ou mudanças sazonais na quantidade de luz solar que seus painéis recebem. A construção de uma usina espacial espacial experimental está em andamento em Chongqing, de acordo com jornais chineses.

Cientistas chineses dizem que a usina solar espacial promete uma “fonte inesgotável de energia limpa para os seres humanos”. A China alega que a usina espacial poderia fornecer energia 99% do tempo, seis vezes a intensidade das fazendas solares na Terra.

Para começar, os cientistas chineses planejam construir e lançar uma estação de energia solar pequena a média entre 2021 e 2025. Se for bem-sucedida, o próximo passo para a China seria uma estação de energia solar espacial no nível de Megawatts, pronta para construção em 2030.

As usinas solares espaciais capturariam energia do sol por meio de painéis solares, converteriam essa energia em microondas ou laser e a enviariam de volta à Terra. As estações receptoras no chão converteriam o feixe em energia elétrica. Uma questão possível é o grande peso da estação solar, que é de cerca de 1000 toneladas, muito superior à ISS de 400 toneladas que foi construída no espaço.

Artigos Relacionados

Back to top button