Celular grátis: não antes de 2012

Xavier Niel, o fundador da Free, é um homem bastante confiante. Com razão, uma vez que sua empresa goza de uma sólida reputação. Depois de agitar o mercado de ofertas ADSL, prepara-se também para investir no setor de telefonia móvel por meio de uma oferta que já rendeu muita tinta. celular grátis, esse é o nome dele, é esperado por muitos assinantes. Sim, e se você se lembra, rumores recentes indicavam que a oferta poderia chegar já no outono de 2011. Infelizmente para nós, este não é o caso e Xavier Niel confirmou a chegada do Free Mobile para… 2012 durante a apresentação dos números semestrais da Illiad.

Celular grátis: não antes de 2012

E, ao mesmo tempo, é bastante lógico, pois o acordo assinado com a Orange e relativo ao uso da rede 3G desta última não entrará em vigor até que 1º de janeiro de 2012. Nesse contexto, Free não tem escolha… Por outro lado, podemos destacar que Xavier Niel não mudou de tom, ele ainda pretende dividir nossa conta por dois. No momento, é claro, ainda não se sabe qual é exatamente a oferta de celular grátis mas o diretor da firma parece bastante seguro de si. Lembre-se também que os rumores são abundantes, alguns até falam de um pacote de duas horas a 5,99 euros por mês, bem como um pacote ilimitado por 29,99 euros por mês.

Xavier Niel obviamente não deixou de enfrentar a competição de passagem, chegando ao ponto de zombar abertamente Bouygues e de SFR. Aqui está a transcrição de suas observações:

Não posso andar na rua, pegar um táxi, almoçar em um restaurante sem que as pessoas me chamem e me façam perguntas sobre nossa futura oferta móvel. As expectativas do consumidor são imensas.

Desde 2008, nossos concorrentes reduziram a conta do cliente em 10%. Está fora da marca! Com uma caixa, ligamos para todo o mundo por 30 euros por mês. No celular, para ligar para o vizinho, são 10 euros por hora. É legítimo?

A B&You, oferta da qual Bouygues se envergonha em suas lojas, continua cara e mal fixada. As ofertas da SFR, se são da Square agora, é que estavam erradas antes?

Nada é transparente. As ofertas dos operadores são incompreensíveis. Não há um francês que saiba o que paga.

Como de costume, o homem não vai com as costas da colher. No entanto, antes de apontar o dedo para seus concorrentes, Xavier Niel faria bem em começar cuidando de seus clientes e, mais precisamente, de todos os problemas com os quais eles se deparam… Revolução Caixa Livre. Além disso, já que estamos falando sobre isso, você também deve saber que o Free está reivindicando não muito longe de 10 milhões de euros do Numericable. Por quê ? Muito simplesmente porque esta última teve a audácia de usar o termo “revolução” na sua nova campanha publicitária, a mesma que enaltece os méritos da sua nova oferta.

Através da

Artigos Relacionados

Back to top button