Canal+ agora oferece Apple TV para aluguel

Normalmente vendido a um preço recomendado de 199 euros, oAppleTV 4K equipado com 32 GB de armazenamento, em breve estará acessível através de uma assinatura do Canal+. O grupo francês de TV acaba de negociar uma parceria com a marca Apple para oferecer o aparelho aos seus assinantes. Claro, ainda será necessário colocar a mão no bolso para pagar os favores de “melhor decodificador do mercado“, argumenta Maxime Saada, CEO do Canal +.

Neste caso o acordo proposta pelo grupo será pagar seis euros mensais, além da assinatura de uma oferta do Canal+ (oferecida a partir de 19,99 euros mensais), e assinar um compromisso por um período de 24 meses.

Como aponta o Le Figaro, o sistema de aluguel concedido pela Apple em parceria com uma empresa local é uma estreia mundial para a empresa de Cupertino. Por meio dessa colaboração, a Apple espera aumentar a presença e a visibilidade de sua Apple TV 4K no mercado francês, tornando-a mais acessível.

O grupo Canal assume todos os riscos…

De qualquer forma, é óbvio que se a Apple não tem nada a perder nesta parceria, não é o caso do grupo Canal que aposta agora em oferecer aos seus clientes um aparelho caro. Aprendemos, de fato, ainda com Figaro, que o grupo audiovisual investiu uma quantia substancial (mas não divulgada) para comprar todas as Apple TVs que serão posteriormente alugadas aos assinantes do Canal+.

Outro risco para o Canal, a receita gerada por uma assinatura com opção de Apple TV será compartilhada entre o grupo francês e a empresa californiana – enquanto quando um assinante está satisfeito com o decodificador clássico, toda a assinatura é então percebida por canal.

Fazer negócios com a Apple vale a pena, mas Maxime Saada não desmonta. “Descobrimos que a taxa de uso é um fator chave para reter nossos assinantes” diz ele, acrescentando que sua estratégia é segmentar clientes “mais jovem e urbano“. Para o chefe do Canal, oferecer uma Apple TV poderia atrair novos usuários e manter sua clientela principal. É todo o mal que desejamos a ele.

Artigos Relacionados

Back to top button