Call of Duty WWII: Nenhuma porta planejada no Switch

Longa evasiva na questão de uma possível saída do Call of Duty Segunda Guerra Mundial sobre Trocar, os desenvolvedores e gerentes do Sledgehammer desta vez decidiram ser muito claros neste fim de semana, graças a um AMA (Ask Me Anything) organizado no Reddit. Resultado das corridas, a dúvida não é mais relevante: o novo console da Nintendo não se beneficiará de um port do FPS, ainda previsto para 3 de novembro.

Más notícias para os proprietários do Switch que já se viram desfrutando das alegrias de um jogo de tiro em sua máquina favorita e, além disso, em movimento…

call-of-duty-ww2

A coisa não é surpreendente, no entanto, o console híbrido japonês é de fato um conceito que certamente é muito familiar para Sledgehammer e Activision, e também não é tão eficiente quanto seus homólogos da Sony e da Microsoft. O que desmotiva o desenvolvimento de uma versão dedicada ao Switch e sua fórmula particular, a meio caminho entre máquina de sala e console portátil.

Uma resposta perfeitamente clara, sim, mas talvez um pouco dura…

O mínimo que podemos dizer é que neste Sledgehammer deixou o jargão no armário; a resposta dada é tão clara… tão concisa.

Questionados por um utilizador, os interlocutores do estúdio californiano contentaram-se efectivamente em responder com um simples “não” à pergunta “Call of Duty WWII será lançado no Nintendo Switch? Sim ou não ?”.

Deve-se dizer que o usuário do Reddit pode tê-lo procurado formulando seu pedido dessa maneira.

A licença da Nintendo e do Call of Duty, portanto, permanece fria no momento, o último episódio da série lançado em um console Big N que remonta a alguns Call of Duty Fantasma, lançado para Wii U em 2013.

Observe que outras licenças multiplataforma foram recentemente confirmadas como não planejadas no Switch, pensaremos em particular em Caçadores do Planeta Quebrado, A Testemunha, ou em Terra-média: Sombras da Guerraentre outros.

Artigos Relacionados

Back to top button