Call of Duty: Warzone terá versão mobile

Desde o seu lançamento em 10 de março de 2020, Call of Duty: Warzone sempre esteve disponível em consoles domésticos e PC. A Activision, que publica o jogo desenvolvido pela Infinity Ward e Raven Software, agora está considerando adicionar o jogo battle royale às plataformas móveis. O anúncio foi feito pela empresa na última quinta-feira, 10 de março.


Crédito – Activision

Um anúncio que chega no momento em que a Activision procura revigorar sua franquia Call of Duty. Para isso, a empresa está trabalhando ativamente em uma nova experiência Warzone que deve estar disponível este ano. Poderia muito bem ser aplicado à opção móvel do jogo.

Call of Duty: Warzone Mobile será lançado em breve

Foi através de um artigo postado em seu blog que a Activision informou os jogadores sobre a versão mobile de seu jogo battle royale. No post você pode ler isso:

Estamos criando uma experiência móvel AAA totalmente nova que trará a ação emocionante, fluida e em larga escala de Call of Duty: Warzone para os jogadores em movimento”, disse a Activision.

A empresa continuou dizendo que a versão móvel do Warzone oferecerá uma experiência de batalha real em grande escala. Irá integrar tecnologia de ponta para proporcionar um bom momento de entretenimento aos jogadores de todo o mundo ao longo de vários anos.

A Activision, no entanto, não indicou quando o Warzone mobile deve estar disponível. No entanto, tudo indica que o jogo está atualmente em fase de desenvolvimento. Em seu anúncio, a empresa não mostrou nenhuma captura de tela do jogo.

Além disso, ela não deu detalhes de como o jogo funcionará, pois no mundo dos jogos battle royale para celular existem dois lados opostos. O de Apex Legends Mobile, destinado apenas a jogadores móveis. O outro campo é o de Fortnite, que oferece um verdadeiro caldeirão de jogadores que leva em consideração várias plataformas diferentes.

Activision quer aproveitar o sucesso de Call of Duty: Mobile

A escolha da empresa de oferecer uma opção móvel ao seu jogo não é muito arriscada. A Activision está colocando os pés em uma indústria muito lucrativa e em crescimento. Títulos como PUBG: Mobile ou Garena Free Fire são alguns dos jogos para celular mais populares. Isso denota o sucesso dos jogos battle royale nesse tipo de plataforma.

Por sua vez, a Activision já tocou no potencial lucrativo desse tipo de jogo com seu título Call of Duty: Mobile. Este jogo, desenvolvido em parceria com a TiMi Studios, de propriedade da Tencent, arrecadou a quantia de 1,5 bilhão de dólares em três anos de operação.

Com o Warzone mobile, a Activision espera, portanto, obter uma parte dessa grande torta representada pelo mercado de jogos battle royale no celular. Mas desta vez, terá a ver com uma concorrência mais acirrada. Além de PUBG e Garena, a empresa também terá que gerenciar rivais como Riot Games e EA. Duas empresas de jogos que pretendem arrebatar quota de mercado no setor graças a Valorant e Battlefield respetivamente.

A Activision deve fazer isso confiando em sua nova experiência Warzone. O que o leva a atrasar até o lançamento de Call of Duty 2023.

Fonte: The Verge

Artigos Relacionados

Back to top button