Bosch usa pequenas explosões para evitar choques elétricos

A Bosch anunciou um novo dispositivo que visa impedir choques elétricos de um EV depois que o veículo foi envolvido em um acidente. O sistema Bosch utiliza pequenas cargas explosivas que são conectadas às baterias do veículo e disparam para isolar a fonte de alimentação em caso de colisão.

A Bosch observa que o isolamento da fonte de alimentação em caso de acidente torna um VE mais seguro para ocupantes, equipes de resgate e socorristas. A Bosch fabrica chips semicondutores há muito tempo que controlam pequenas explosões; seus produtos controlam a implantação de airbags nos carros.

A Bosch diz que seus chips poderão desativar os circuitos de potência do veículo em “uma fração de segundo” em caso de acidente. A Bosch diz que os sistemas para isolar a bateria dos sistemas veiculares são “absolutamente essenciais” no caso de uma colisão para cumprir a missão de ajudar e resgatar vítimas de acidentes rodoviários o mais rápido possível.

Os semicondutores fazem parte de um sistema de chave de segurança pirotécnica ou pirofuso. O sistema foi projetado para “explodir” seções inteiras da conexão do cabo à bateria de alta tensão usando pequenas cargas explosivas. As cargas de isolamento do sistema elétrico são vinculadas ao sensor do airbag quando o sensor detecta um impacto, o pirofuso é acionado.

A Bosch diz que, ao isolar a bateria dessa maneira, o risco de choque elétrico ou incêndio é eliminado. O chip Bosch é chamado de CG912 e não é maior que uma unha. Foi originalmente desenvolvido para acionar airbags e já foi executado milhões de vezes nessas situações de maneira confiável. A Bosch observa que também produz todos os tipos de chips e sensores para coisas como sensores de distância, sensores de chuva e muito mais.

Artigos Relacionados

Back to top button