Baleia grávida morre após consumir quase 50 kg de lixo plástico

Baleia grávida morre após consumir quase 50 kg de lixo plástico

Na semana passada, uma baleia de esperma morta foi descoberta lavada perto da costa de um ponto turístico popular na Itália. A baleia estava grávida no momento da sua morte, segundo as autoridades, e uma necropsia revelou quase 50 libras de resíduos plásticos no estômago. As notícias da morte acontecem apenas alguns dias após a descoberta de uma baleia nas Filipinas, com conteúdo estomacal semelhante.

As notícias sobre o conteúdo estomacal da baleia vieram da organização sem fins lucrativos SeaMe, que relata que os plásticos incluíam tanto resíduos da indústria marinha como redes de pesca quanto resíduos de consumo como sacos de lixo, além de itens que não podiam mais ser identificados.

Ainda não foi determinado o que exatamente matou a baleia – uma conclusão oficial será anunciada após um teste toxicológico e exame histológico, segundo a CNN. No entanto, e de maneira bastante trágica, os pesquisadores já observaram que a jovem baleia estava desnutrida no momento de sua morte e que seu feto havia abortado antes desse ponto.

O feto foi descrito como já em estado avançado de decomposição no momento da morte da baleia. Acredita-se que o plástico tenha causado a desnutrição da baleia-esperma, o que levou à perda do feto, causando a morte da baleia.

A notícia de mais uma baleia falecida com o estômago cheio de plástico traz uma atenção renovada aos plásticos descartáveis. Embora algumas empresas e cidades tenham adotado medidas para reduzir a quantidade de resíduos que acabam em aterros e massas de água, os consumidores ainda consomem esses itens de plástico e depois os descartam.

Artigos Relacionados

Back to top button