Austrália: Cientistas descobriram que mais de cem espécies desapareceram desde 1788

Com todas as atividades que os humanos estão realizando no planeta, a ameaça à biodiversidade está se tornando cada vez mais preocupante. Nos últimos anos, muitas espécies desapareceram devido às várias pressões que pesavam sobre elas ou sobre o seu habitat natural.

Na Austrália, a situação não é melhor do que em outras partes do globo, especialmente nos últimos 230 anos.

Um artigo baseado em um estudo recente e publicado por John Woinarski da Universidade Charles Darwin e outros pesquisadores no The Conversation confirmou que 100 espécies australianas estão extintas, apesar de ainda existirem em 1788.

Segundo os cientistas, esse número seria muito maior do que o declarado nas listas oficiais.

Listas diferentes dependendo das entidades

De acordo com o artigo, o número de espécies extintas na Austrália varia de acordo com o organismo. Se o governo federal parou a lista de plantas e animais extintos em 92, verifica-se que algumas espécies ainda existem no país ou no exterior. Além disso, 20 itens da lista são, na verdade, subespécies. Ao todo, apenas 60 das 92 espécies listadas pelo governo estão realmente extintas.

Os diferentes estados e cada território também têm sua própria lista. Internacionalmente, a IUCN ou União Internacional para a Conservação da Natureza também possui outra lista em seu banco de dados chamada “Lista Vermelha”.

Uma atualização mais precisa

O novo estudo reúne todas as informações presentes nessas diferentes listas. Os pesquisadores, no entanto, deixaram de contabilizar as espécies que ainda existem no exterior, aquelas que foram redescobertas após serem consideradas extintas, bem como aquelas que deixaram de constituir espécies válidas, principalmente após revisões taxonômicas.

Levando em consideração todos esses parâmetros, os autores do estudo identificaram um total de 100 espécies que desapareceram desde o início da colonização da Austrália pelos europeus. Segundo o estudo, 10% das espécies que desapareceram desde 1788 são mamíferos.

Embora esse número já pareça enorme, os pesquisadores acreditam que a realidade é ainda mais assustadora, já que a lista foi retirada apenas de listas oficiais. Segundo eles, é provável que muitos casos de extinção não tenham sido registrados. Também pode ser que espécies desconhecidas tenham desaparecido sem serem descobertas.

Artigos Relacionados

Back to top button