Atualização vaping mais recente do CDC: Mais de duas dúzias de mortes, 1.200 casos

O Centers for Disease Control publicou sua atualização mais recente sobre o surto de lesão pulmonar vaping, relatando que o número de casos prováveis ​​e confirmados aumentou para 1.200. Além disso, a agência afirma ter confirmado 26 mortes em 21 estados que resultaram diretamente desse surto. O fator comum entre todos esses casos é o uso de produtos vaping.

O CDC atualiza regularmente o público sobre o surto em curso de uma doença pulmonar relacionada ao vaping que afeta pessoas em todo os EUA. A agência diz que as autoridades ainda não encontraram a causa dos casos, mas acredita-se que todos sejam o resultado de produtos vaping de nicotina e THC, os quais foram fortemente implicados.

Em 8 de outubro, o surto já matou 26 pessoas e impactou cerca de 1.200 pessoas em 49 estados. Neste momento, o CDC diz que especialistas em nível estadual e federal encontraram evidências de que os vapes baseados em THC podem “desempenhar um papel” nesse surto, embora alguns casos envolvam pessoas que relataram apenas usar nicotina.

Um relatório publicado pela Clínica Mayo no início deste mês descobriu que a inalação de vapores químicos tóxicos pode ser a causa desses casos. A fonte desses produtos químicos não é clara – eles podem ser contaminantes de um ingrediente específico ou algo adicionado aos produtos por uma fonte secundária.

Os sintomas nesses casos incluem febre, náusea, diarréia e dificuldade em respirar; especialistas em saúde os descreveram como algo que piora progressivamente ao longo de vários dias ou semanas. O CDC e o FDA estão incentivando o público a parar de usar produtos vaping, particularmente aqueles que são modificados ou caseiros.

Artigos Relacionados

Back to top button