Astrobotic acaba de revelar o primeiro módulo lunar da América desde Apollo

Os participantes do retorno dos Estados Unidos à Lua estão ocupados. Recentemente, a empresa Astrobotic, com sede na Pensilvânia, revelou o que pode ser descrito como o primeiro módulo lunar americano desde o programa Apollo. A sonda recebeu o nome de Peregrine e será a primeira aeronave dos EUA a retornar à Lua.

A missão de Peregrine faz parte da iniciativa Commercial Lunar Payload Services da NASA. O objetivo desta iniciativa é usar os serviços de empresas privadas para entregar equipamentos à superfície da Lua.


Peregrine Lander da Astrobotic
Créditos @Matthew_Cable12

Nos próximos anos, a agência espacial norte-americana planeja enviar 7 missões comerciais à Lua. Duas dessas missões usarão aterrissadores desenvolvidos pela Astrobotic.

Um marco para a Astrobotic

Durante o evento em que o módulo de pouso Peregrine foi revelado, o CEO da Astrobotic, John Thornton, mostrou seu orgulho e entusiasmo. Mostrando o dispositivo atrás de uma parede de vidro, Thornton disse que era o módulo de pouso que permitiria aos Estados Unidos retornar à Lua pela primeira vez em 50 anos. Ele acrescentou que este foi apenas o começo de uma série de missões.

O módulo de pouso Peregrino

Segundo relatos, a primeira missão do Astrobotic à Lua está programada para este ano. Espera-se que a sonda Peregrine carregue 14 cargas diferentes com um peso total de cerca de 90 kg. O destino será uma grande cratera chamada Lacus Mortis, que fica no lado mais próximo da Lua. O módulo de pouso foi especialmente projetado para transportar todas essas cargas. Estes serão fixados acima ou abaixo das plataformas Peregrine, ou dentro ou fora de recintos especiais.

Entre essas cargas, haverá instrumentos científicos que serão usados ​​para estudar a superfície lunar. O objetivo será, entre outras coisas, procurar vestígios de água.

Já sabemos por um anúncio feito pela empresa Astrobotic em 2019 que escolheu o foguete Vulcan Centaur da United Launch Alliance (ULA) para lançar a sonda Peregrine este ano.

Quando esta missão estiver concluída, será a vez do segundo módulo de aterrissagem Astrobotic chamado Griffin assumir o controle. Sabe-se que o Griffin poderá transportar cargas mais pesadas, mas por enquanto ainda não se sabe quando será construído.

FONTE: Futurista

Artigos Relacionados

Back to top button