Apple ainda reivindica US$ 179 milhões da Samsung

Maçã e Samsung obviamente ainda não liquidaram todas as suas contas. Prova disso é que a empresa da Apple está reivindicando nada menos que US$ 179 milhões da fabricante sul-coreana em danos. Temos que acreditar que os dois gigantes nunca serão capazes de encontrar um terreno comum. Não em um futuro próximo de qualquer maneira.

As duas empresas competem há vários anos. A Apple abriu as hostilidades acusando a Samsung de ter violado várias de suas patentes com seus primeiros terminais, desencadeando ao mesmo tempo uma das piores batalhas legais de nossa história.

Caso da Apple Samsung

O caso tomou um novo rumo em dezembro passado, quando o coreano concordou em pagar ao seu oponente a quantia de 548 milhões de dólares.

Todos pensavam que a Samsung e a Apple tinham chegado a um acordo

Todos achavam que o caso estava resolvido, mas era sem contar com essas novas reviravoltas.

Entretanto, a Samsung mudou de ideias e os advogados da empresa decidiram, portanto, levar o seu caso ao tribunal. Suprema Corte. A Apple obviamente não gostou da afronta e a empresa agora está pedindo mais US$ 179 milhões.

De acordo com a Foss Patents, na verdade acredita que seu concorrente violou suas patentes em cinco produtos diferentes comercializados após 2012. O Engadget cavou um pouco e o site conseguiu colocar as mãos em um documento listando os terminais infratores e as quantias necessárias para cada um deles. ‘entre eles.

Valores calculados com base no número de unidades vendidas.

No lote, encontramos em particular o Galaxy S II Skyrocket, mas também o Galaxy S II Epic 4G Touch ou o Galaxy S II da T-Mobile, mas também o Droid Charge e o Galaxy Prevail.

Enquanto isso, as duas empresas terão que continuar trabalhando juntas

Além disso, os advogados adicionaram um milhão de dólares extras para obter uma conta redonda.

Não sei se você acompanhou o caso, mas a Apple venceu essa batalha legal pela primeira vez em 2012 e a Samsung teve que pagar US$ 930 milhões.

Sem surpresa, a fabricante decidiu recorrer e as duas empresas chegaram a um acordo em dezembro passado, um acordo relativo à soma de US$ 548 milhões.

Como indicado um pouco acima, entretanto, o coreano mudou de ideia e agora é o Supremo Tribunal que terá que decidir.

O mais engraçado da história é que as duas empresas trabalham regularmente juntas. A Samsung realmente fornece alguns dos processadores e painéis usados ​​no iPhone.

Artigos Relacionados

Back to top button