Alimentos ricos em gordura aumentam o ganho de peso, aprimorando os hormônios da fome

Pesquisadores do Baylor College of Medicine publicaram um novo estudo que revela os efeitos potencialmente prejudiciais das dietas ricas em gordura no peso corporal, alertando que a ingestão desses alimentos pode prejudicar o apetite e consumir demais. A chave para os achados é um hormônio chamado polipeptídeo inibitório gástrico (GIP) e seu efeito na leptina, o hormônio que reduz a fome.

Sabe-se que a leptina desempenha um papel na fome e na tendência de comer demais, mas o quadro completo permanece incerto. A leptina é secretada pelas células adiposas e atua inibindo a fome – o que significa que, quando a leptina é alta, a fome é baixa. Há uma exceção, no entanto: indivíduos obesos secretam muita leptina devido ao excesso de gordura corporal, resultando em resistência à leptina.

A resistência à leptina é essencialmente uma falta de resposta aos sinais da leptina, levando a uma sensação persistente de fome que leva a excessos e ganho de peso, levando as pessoas a um ciclo de obesidade que pode ser difícil de escapar. O novo estudo de Baylor lança luz sobre isso, vinculando-o a um hormônio produzido no intestino chamado GIP.

Os pesquisadores descobriram que os ratos que ingeriram uma dieta rica em gordura experimentaram níveis aumentados de GIP. Quando muito GIP está presente no sangue, ele viaja para o cérebro e inibe a leptina. Como consequência de interferir com a leptina, o indivíduo (ou, nesse caso, os ratos) não se sente saciado depois de comer, fazendo com que eles comam demais e ganhem peso.

O estudo descobriu que, ao inibir a capacidade do GIP de interagir com o cérebro, os ratos reagiam à leptina, experimentavam diminuição do apetite após comer e não comiam demais. Isso levou à perda de peso nos camundongos, destacando uma possível via de tratamento futuro para tratar a obesidade em humanos. Embora a pesquisa tenha se concentrado em ratos, indica que a diminuição de alimentos gordurosos e o aumento de alimentos sem gordura, como frutas e vegetais folhosos na dieta, podem ajudar os comedores a se sentirem saciados.

Artigos Relacionados

Back to top button