Agora a Apple impediu o Google de executar seus aplicativos iOS internos …

Agora a Apple impediu o Google de executar seus aplicativos iOS internos ...

O que começou como um grande problema no Facebook se transformou em um problema do mesmo tamanho do Google, e a Apple respondeu da mesma forma.

relata na quinta-feira que a Apple desligou vários aplicativos iOS de propriedade do Google, bloqueando os aplicativos internos da empresa. Isso impede que o Google distribua esses aplicativos completamente, o que significa que versões anteriores do Google Maps, Hangouts, Gmail e outros “aplicativos beta de pré-lançamento deixaram de funcionar hoje”. Os outros aplicativos internos do Google, como o Gbus para transporte e o próprio aplicativo de café do Google, também pararam de funcionar.

O bloqueio vem na esteira de detalhes sobre o aplicativo “Screenwise Meter” do Google, que funcionou de maneira semelhante ao aplicativo iOS de pesquisa VPN do Facebook para coletar dados do usuário, basicamente sem restrições. Nesses casos, os usuários concordaram em ter seus dados extraídos e coletados por cada empresa, tudo em troca da compensação monetária de uma maneira ou de outra. A questão, no entanto, se resumia a como essas empresas lidavam com certificados corporativos. Ambas as empresas estavam usando esses certificados para distribuir aplicativos para usuários do iOS, o que é contrário à política da App Store da Apple.

A Apple bloqueou o aplicativo do Facebook e a rede social acabou removendo o aplicativo completamente da App Store – mas não antes de a Apple retirar seus certificados e impedir que os aplicativos internos do Facebook funcionassem também. O Google, por sua vez, criou o aplicativo Screenwise Meter no mesmo dia em que foi descoberto e relatado, mas isso não impediu a Apple de revelar as conseqüências de uma violação consciente das regras da App Store.

Essa é uma situação interessante, pois a Apple tem todo o direito de implementar ramificações para aqueles que violam regras claramente impressas em sua loja digital. Mas a empresa definitivamente está exercendo muito poder, o que não é bom para alguns.

O que você acha?

[via The Verge]

0 Shares