Açúcares no espaço: NASA encontra pistas sobre as origens da vida em meteoritos

A NASA anunciou uma nova grande descoberta na missão de encontrar vida além do nosso planeta: açúcares. Especificamente, a agência espacial diz que os açúcares essenciais à vida foram encontrados nos meteoritos; esses compostos se juntam a outros que são considerados ‘biologicamente importantes’ para a formação da vida. A descoberta envolve dois meteoritos diferentes.

Há a ideia de que meteoritos carregando ingredientes necessários para a vida podem ter colidido com a Terra durante seu passado distante, fornecendo compostos que eventualmente ajudaram a levar à formação da vida em nosso planeta. Esta última descoberta aponta para isso, revelando a presença de xilose, ribose e arabinose, todos eles açúcares bio-essenciais.

Os compostos foram encontrados em Murchison (tipo CM2) e NWA 801 (tipo CR2), dois meteoritos descritos como ‘ricos em carbono’. É importante ressaltar que a NASA destaca que a ribose é um componente essencial do RNA, a ‘molécula mensageira’ que contribui para a construção de proteínas específicas. Os açúcares juntaram nucleobases e aminoácidos, também ingredientes da vida, anteriormente encontrados em meteoritos.

O principal autor do estudo recentemente publicado detalhando essa descoberta, Yoshihiro Furukawa, explica que “os açúcares são uma peça que faltava entre os principais elementos da vida” quando se trata de meteoritos. “A pesquisa fornece a primeira evidência direta de ribose no espaço e a entrega do açúcar à Terra.”

As descobertas ajudarão a moldar a análise de amostras coletadas de asteróides como Bennu e Ryugu, duas missões que incluem o japonês Hayabusa2 e a espaçonave OSIRIS-REx da NASA. Os pesquisadores dizem que é improvável que a contaminação produza os açúcares encontrados nos meteoritos; análises adicionais de outros meteoritos estão planejadas para o futuro.

Artigos Relacionados

Back to top button