A tela automotiva 3D Continental não precisa de óculos

A tela automotiva 3D Continental não precisa de óculos

A Continental anunciou o lançamento de uma nova tela 3D que não precisa de óculos direcionados diretamente ao mercado automotivo. O monitor é uma peça de produção em volume que utiliza a tecnologia 3D autostereoscópica que será usada na variante de alta linha HMC Genesis GV80. A tela de exibição apresenta escalas tridimensionais, ponteiros e objetos. Por exemplo, a tela pode exibir um aviso de sinal de parada na linha de visão do motorista.

A tela usa barreiras de paralaxe, que são ripas inclinadas que dividem a imagem para o espectador, permitindo duas visualizações diferentes e ligeiramente deslocadas para o olho direito e esquerdo, resultando em uma imagem tridimensional. O sistema possui uma câmera interna capaz de detectar a linha de visão do motorista e ajustar as visualizações 3D para uma posição precisa da cabeça.

Para evitar distrações, a câmera também possui detecção de atenção capaz de identificar momentos de distração e fadiga do motorista. A Continental diz que seu sistema foi projetado para garantir que o motorista não fique sobrecarregado com as informações fornecidas pelos sistemas avançados de assistência ao motorista, monitores convencionais, serviços de comunicação e sistemas de informação e entretenimento.

A Continental também está falando sobre alguma tecnologia em que está trabalhando no futuro, incluindo um Hub entre domínios. Esse produto é um computador de alto desempenho e a base para o monitor Continental 3D usado no HMC Genesis. A tecnologia permite que todas as telas do veículo sejam integradas em uma única unidade.

A Continental também quer que os ocupantes dos assentos dianteiro e traseiro desfrutem da experiência 3D. Está desenvolvendo uma nova tela 3D baseada na tecnologia 3D Lightfield natural. A tecnologia não precisaria de câmeras para detectar o movimento da cabeça e não exigiria óculos 3D. Ele pode permitir que os passageiros façam todo tipo de coisa no carro, incluindo compras, jogando jogos de realidade aumentada, assistindo filmes em 3D ou participando de videoconferências.

0 Shares