A ferramenta Amazon Project Zero permite que as marcas removam listagens falsificadas

Amazon Project Zero tool lets brands remove counterfeit listings

A Amazon deu mais um passo na abordagem do problema de produtos falsificados em sua plataforma. A empresa lançou o Project Zero, um programa que permite às marcas direcionar diretamente listas de produtos falsificados. Usando o que a Amazon descreve como uma ferramenta de ‘autoatendimento’, as marcas podem remover as próprias listas de produtos falsificados em vez de esperar que a Amazon atue em um relatório.

Leia: FTC busca pela primeira vez análises falsas e pagas de produtos da Internet

Os produtos falsificados são um grande problema para os varejistas on-line, principalmente a Amazon, devido à sua grande popularidade. A empresa utiliza várias tecnologias para atingir esses produtos não autênticos, mas eles continuam sendo um problema para o varejista. Com a nova ferramenta, a Amazon agora está permitindo que algumas marcas removam diretamente as listagens que oferecem versões falsas de seus produtos.

Essa nova opção elimina a necessidade dessas marcas relatarem os itens para a Amazon, reduzindo o tempo necessário para remover os itens da venda. Segundo a Amazon, os dados dessas remoções de marcas são usados ​​pelas ‘proteções automatizadas’ da empresa para permitir melhor ao sistema identificar outros produtos falsificados no futuro.

Essas proteções automatizadas são baseadas nas tecnologias de aprendizado de máquina da Amazon, que examinam as listagens de produtos e removem itens identificados como possivelmente falsificados. Segundo a empresa, ele digitaliza mais de 5 bilhões de listagens todos os dias, e isso resultou na interrupção de 100 vezes mais produtos falsificados em potencial, em comparação à remoção de itens com base nos relatórios das marcas.

Juntar os dois métodos é um serviço que a Amazon chama de serialização de produtos, o que permite às marcas colocar códigos únicos em seus produtos autênticos. Quando um desses produtos é encomendado na Amazon, ele verifica o código para verificar se o item é autêntico, ajudando a evitar problemas com o possível envio de um item falsificado ao cliente.

No momento, a Amazon disponibilizou o Project Zero como convite somente para marcas selecionadas.

0 Shares