A Electronic Arts cancelou um spin-off de Star Wars Battlefront

Jason Schreier, da Kotaku, informou que a Electronic Arts cancelou um spin-off de Star Wars Battlefront. Segundo as fontes de Schreier, a EA cancelou este jogo de Guerra nas Estrelas em 2019. A razão por trás desse cancelamento? Linhas de tempo irrealistas.

Esse spin-off de Star Wars Battlefront foi codinome Viking. O plano era que a Viking tivesse elementos de mundo aberto. A EA Vancouver passou algum tempo projetando idéias e protótipos para Viking, no entanto, o Critério deveria ser o principal estúdio por trás dele. Os critérios de liderança tinham uma visão ambiciosa para o jogo, com o objetivo de colocar um forte foco na história e nos personagens. No entanto, seu desenvolvimento não progrediu tão rapidamente quanto a EA esperava.

Como Schreier concluiu.

“Logo ficou claro que o Viking nunca terminaria em apenas um ano e meio, e os executivos da EA não tinham interesse em estender o cronograma. O Viking foi cancelado no primeiro semestre de 2019, embora essa notícia não tenha sido relatada até agora. ”

Este é o terceiro jogo de Star Wars que a EA cancelou nos últimos anos. Os outros dois eram o jogo single-player de Visceral e Orca. Orca era a versão re-imaginada do jogo de Visceral. A EA Vancouver foi responsável por isso, no entanto, a EA cancelou em 2019.

Agora, enquanto a EA cancelou três jogos de Guerra nas Estrelas, pelo menos ofereceu um ótimo jogo de Guerra nas Estrelas. Star Wars Jedi: Fallen Order de Respawn foi um sucesso comercial e a equipe já está trabalhando em sua sequência. Por outro lado, o DICE também oferece suporte ao Battlefront 2 adicionando toneladas de novos conteúdos. Não apenas isso, mas a EA e a DICE removeram as caixas de itens ridículas do Battlefront 2.

Obrigado Kotaku

0 Shares